[...] João Vaz, quer a solo, quer em conjunto com o grupo vocal, mostrou a sua habitual solidez técnica e conhecimento profundo do instrumento (do qual é titular), através da diversidade tímbrica na escolha de registos em interpretações que primaram pela vitalidade, clareza polifónica das diferentes vozes da textura e sensibilidade aos diversos universos estilísticos.

Cristina Fernandes
Público


João Vaz ist ein Meister des Erzälens auf der Orgel - in den Fantasien besticht sein klares, flexibles Spiel, und aus seinen Verzierungen und Diminutionen, den 'Glosas', spricht ein unaufdringlich-souveräner Witz.

Matthias Schneider
Musik un Kirche


[...]un interprète raffiné, stylé, dont le talent contribue à une fort belle réussite.

À eloquência da sua leitura – passível de proporcionar uma escuta 'tridimensional', tal a clareza de enunciação dos detalhes – servida de uma técnica irrepreensível, acresce o perfeito domínio do instrumento, não raras vezes percepcionado como de múltiplos, dialogantes e concertantes, se tratasse.

Válter Tavares
Açoriano Oriental


João Vaz zeigte sich überhaupt als intelligenter Orgelspieler von nicht alltäglicher Musikalität. Bei aller Stilkenntnis und Disziplin spielte er immer kantabel und mit elegantem Schwung.

Friedrich Sprondel
Badische Zeitung


Vaz conseguiu dar a Clérambault a força e a capacidade de articulação que a música francesa do século XVIII merece. […] os compositores portugueses, que Vaz tem  descoberto nos seus estudos de alt vulto, foram notáveis. […] Os jogos de eco, as perguntas e respostas, as palhetas em chamada, usadas de forma moderada mas eficaz, criando efeitos e jogos de contraste contra os registos mais delicados foram muitíssimo bem desenvolvidos por Vaz, cuja abordagem foi, sobretudo, elegante e bem articulada.

Henrique Silveira
O Diabo



Televisão TV

A Guerra das Estrelas chega ao Convento de Mafra
SIC Notícias - 12 Dezembro 2017

NO FACEBOOK - 360º


Rádio Radio

O livrinho de Bach - Entrevista de Dora Pires
TSF - Junho 2018